terça-feira, 11 de junho de 2013

Prova das cores: as amigas e as nem tanto...

O texto de hoje é a continuação do texto de domingo. Pelo "bem da ciência" tirei uma série de fotos  completamente sem maquiagem usando lenços e echarpes em volta do meu rosto para mostrar como a pele minha harmoniza, ou não, com as cores. Lembrando que meu tipo de pele é Verão, o que significa que seu subtom é azul, e que também ela harmoniza bem com cores suaves. Ou seja, cores que puxam para o amarelo ou são saturadas demais podem não valorizar a minha pele. Esse é um ponto importante para frisar porque o que funciona para mim pode não funcionar para você. Cabe a você fazer o exercício do auto conhecimento, perceber seus gostos, analisar sua própria pele na presença da luz solar para perceber o subtom, observar se os tons que mais te valorizam são os mais brilhantes ou os mais esmaecidos. A Karen dá algumas dicas nessa direção aqui e aqui. É importante fazer essas observações sem maquiagem. A maquiagem disfarça imperfeições que as cores desarmônicas realçam, ou seja,  atrapalha bastante a análise. Também procurei cobrir o cabelo, pois considerei a observação da Karen de que a pele é o fator mais importante na determinação da paleta, portanto o cabelo exposto interferiria na análise. Utilizar as cores da sua paleta fará com que você pareça mais saudável, rejuvelhecida, linda. Porém o contrário é verdadeiro, uma cor desarmônica realçará olheiras, envelhecerá, deixará com o aspecto cansado , e até mesmo doente. Procurei fazer a mesma pose em todas as fotos, claramente não consegui reproduzir com exatidão. As fotos foram tiradas com minutos de diferença com o objetivo de minimizar diferenças na luminosidade entre elas.


Laranja não é a minha cor. É uma cor quente, alegre, festiva. Pessoas com a pele cor de canela ficam lindas com laranja, mas eu fico sem graça, com olheiras, e a pele fica bem sem graça, com um avermelhado ao mesmo tempo que com aspecto de doente.


Preto definitivamente não é a minha cor. Fico sem graça, doente, pálida, blé. Mas com uma maquiagem bonita, e um colar quebrando a relação direta do preto com minha pele acho que pode funcionar, como usei aqui. Não fica tão ruim como o laranja, mas assim como este, é uma cor para poucas pessoas. E, contraditoriamente, é uma cor bastante presente no vestuário. A ideia de que preto confere elegância é quase um truísmo na sociedade.


 Verde maçã, aquele verde com mais amarelo que azul. Se trata de uma pashmina maravilhosa com fios prateados mesclados na trama, sou apaixonada por esta peça. Mas apesar de já possií-la a uns anos, raramente me sinto confortável com ela. Como se pode observar, realça minhas olheiras, minha pele fica avermelhada. Por outro lado os fios prateados me atraem bastante... O que você acha?


Magenta. É um rosa bem azulado, com o tom bem saturado. Rosas e liláses são cores que adoro porque além de harmonizarem bem com a minha pele acho que realçam meus olhos. Acho que , ao contrário do laranja, me deixou com ar saudável, rejuvelhecido. Ficou ótimo!


 Azul, minha zona de conforto! Além dos rosas e liláses, azul é para mim uma aposta segura, e até hoje só me trouxe resultados felizes. Acho que, assim como os rosas e liláses, azul harmoniza muito bem com a minha pele. Até hoje fui feliz com todos os tons de azul, me sinto a vontade com todos os matizes. 

No texto anterior, nos comentários, a Karen chamou atenção para o aspecto econômico de se conhecer a sua paleta. Ela está absolutamente certa, peças que nos valorizem, com as quais nos sentimos bem, usamos muito mais. Por outro lado aquela peça linda na vitrine ou em outra pessoa, mas que não harmoniza bem conosco, tem uma chance muito maior de ser subaproveitada, de ficar esquecida no armário, portanto se torna uma compra inútil, um desperdício. Mais uma boa razão para se ocupar em se auto conhecer visualmente, além de  melhorar a auto estima, pode ajudar a economizar.



E você, o que achou?

15 comentários:

  1. ai, amei. realmente faz todo sentido!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que vc gostou!
    Legal das fotos é ver a teoria sendo aplicada! ^_^
    bjo!

    ResponderExcluir
  3. Com certeza, as fotos comprovam o que a teoria diz. .azul e magenta te deixam radiante, as outras cores te deixam abatida. Isso funciona demais e com certeza vc recebe muitos elogios quando está nas cores certas. Elogios à vc, à sua beleza, não às roupas! Ficou ótimo o post! Bj

    ResponderExcluir
  4. Segui a sua sugestão, realmente precisava de um texto com fotos. Fico muito satisfeita que vc tenha gostado, afinal a inspiração foi vc!
    Sua consultoria ainda vai render muitos textos!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  5. Impressionante!!! Realmente, o azul não tem comparação! O magenta tb mara!...nunca havia pensado nessas coisas! Mais uma para prestar atenção! rsrs

    ResponderExcluir
  6. Letícia, depois que passei a prestar atenção nesta harmonia entre as cores e a minha pele ficou bem mais fácil escolher algo que fica bem! Acho que é uma dica que vale para todo mundo!
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Que post maravilhoso! Que saco de paciência vc teve em tirar as fotos!
    (fiquei pensando: "Quantos cachecóis ela tem? hahaha)

    E o gif? AMEI

    Eu preciso fazer isso, mas acho que eu fico melhor com tons quentes, acho que fico bem de preto, vinho e vermelho (não que sejam minhas cores preferidas, mas são as que fica melhores) A cor que achei mais bonita em vc foi o magenta, nossa, realçou tudo e ti =)

    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho muitos cachecóis! Nem sei quantos! hahahaha

    Você pode improvisar em casa, arrumar uns panos que não sejam necessariamente cachecóis ou echarpes. O preto por sinal não é nem um nem outro, é um vestidão que improvisei para o post. Você pode pedir também para outras pessoas opinarem qual cor te deixa com mais ar de saúde e tal.

    É um exercício mesmo de auto conhecimento descobrir seu subtom, tem que observar quando você recebe mais elogios, qual cor te exige caprichar no corretivo e etc. Eu noto que quanto não uso as cores que me favorecem sinto necessidade de usar base na pele, algo que eu uso bem raramente.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Que post incrível!
    Estava justamente "batutando" na minha cabeça o motivo de eu não me sentir confortável com uma blusa que ganhei de aniversário: linda, poderosa e azul bem frio. Tenho a pele bem amarelada e não orna de jeito nenhum.
    Vou tentar usá-la com um colar com um tom mais quente e jeans, pois encostar uma blusa tão linda é até desperdício.
    Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  10. Ei Thaís! Obrigada! Coloquei hoje mesmo um post com dicas para aproveitar peças assim, aqui ó :

    http://lindoehserfeliz.blogspot.com.br/2013/06/como-usar-cores-que-desarmonizam-com.html

    E é isso mesmo, jogue um colar, faz funcionar! É uma tristeza encostar uma peça linda no fundo do armário.

    Volte sempre, é um prazer!

    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. Adorei suas orientações e farei o teste.Vc tem toda razão quanto ao tom de nossa pele e a escolha da cor que usaremos.Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luzia, acho que você vai gostar do resultado.
      Bjos!

      Excluir